Ano Nacional
Voluntariado
Listagem
dos Eventos

Proclamação do Ano do Voluntariado

Em 18 de Setembro de 1868 em reunião realizada na Farmácia dos Irmãos Azevedos, no Rossio, em Lisboa, foi criada a primeira Companhia de Bombeiros Voluntários e, com esta, a primeira associação humanitária de bombeiros voluntários.

Ao longo dos 140 anos da sua existência, o movimento das associações humanitárias de bombeiros voluntários registou um grande crescimento, um pouco por todo o país.

Actualmente, existem 436 associações deste tipo no Continente e nas Regiões Autónomas dos Açores e da Madeira, congregando nas suas fileiras cerca de um milhão e duzentos mil portugueses, entre associados, dirigentes e bombeiros voluntários.

Estas instituições são anualmente responsáveis por 80% da totalidade dos actos de socorro prestados à população.

No passado dia 13 de Agosto de 2007 foi publicado no Diário da República o Regime Jurídico das Associações Humanitárias de Bombeiros, abrindo um novo ciclo na actividade e na história destas instituições e do voluntariado que mobiliza.

Ao promover a comemoração do Ano Nacional do Voluntariado nos Bombeiros, a Liga dos Bombeiros Portugueses pretende conciliar os valores humanistas de que o voluntariado é depositário com a modernidade que o desafia.

O voluntariado nos Bombeiros constitui-se como um sólido meio de integração e inclusão social, contribuindo activamente para a construção de uma sociedade coesa e solidária.

O voluntariado nos Bombeiros, possibilita que os indivíduos adquiram e desenvolvam competências, no contexto de uma formação cada vez mais exigente e diversificada, sendo este tipo de voluntariado, por isso, um importante instrumento na estratégia de aprendizagem ao longo da vida.

O voluntariado nos Bombeiros representa uma forma das pessoas se empenharem na missão suprema de defesa de vidas e bens, o mesmo é dizer, exercerem uma cidadania activa e responsável, alicerçada nos valores da solidariedade, da partilha, do trabalho de equipa e da disciplina funcional.

Para assegurar o futuro das associações humanitárias de bombeiros e do voluntariado que enquadram, impõe-se concretizar os seguintes objectivos, entre outros:

  • Promover o reconhecimento social dos cidadãos que desempenham funções voluntárias nestas instituições, nomeadamente através de acções de divulgação da sua actividade, junto da sociedade em geral, bem como através da concessão de incentivos, enquanto investimento real da comunidade neste movimento de serviço público;
  • Definir um novo modelo de financiamento das associações humanitárias de bombeiros, enquanto base para o seu desenvolvimento sustentado, bem como promover a formação contínua de todos os intervenientes, ao nível associativo e operacional, tendo em vista atingir o objectivo de excelência no desempenho e cumprir o lema “Voluntários por opção, Profissionais na acção”;
  • Mobilizar os poderes públicos e os agentes económicos, na viabilização das adequadas condições para o apoio ao cumprimento da missão do voluntariado nos Bombeiros.

O voluntariado nos Bombeiros está confrontado com o desafio de se reinventar, no modelo e na forma. Porém ele continua vivo e detém um grande potencial para se desenvolver.

Firmes nesta convicção, apostamos na promoção dos valores em que o voluntariado nos Bombeiros se alicerça, em especial junto da juventude de Portugal.

Os portugueses, todos os portugueses, podem continuar a contar com as estruturas de bombeiros voluntários e com o espírito de serviço que motiva todos os cidadãos nelas envolvidos.

Continuaremos fieis ao ideal de serviço público voluntário, honrando todas as gerações que há mais de um século a ele se entregam devotadamente, com independência e autonomia dos poderes políticos e económicos e apenas subordinados aos superiores interesses dos nossos concidadãos de qualquer convicção politica ou religiosa, raça ou género.

VIVA O VOLUNTARIADO
NOS BOMBEIROS
VIVA OS BOMBEIROS
DE PORTUGAL

19 de Janeiro de 2008

Fonte: Liga dos Bombeiros Portugueses

Actualizado em ( Quarta, 13 Agosto 2008 22:10 )  


Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência. Ao navegar no mesmo, está a consentir a sua utilização. Caso pretenda mais informações, consulte a nossa Política de Cookies.

  1. Siga-nos no Facebook Siga-nos no Facebook
  2. Siga-nos no Twitter Siga-nos no Twitter
  3. Siga-nos no Google Plus Siga-nos no Google Plus
  4. Siga-nos no Youtube Siga-nos no Youtube
  5. Siga-nos na Wikipedia Siga-nos na Wikipedia
  6. Siga-nos por RSS Feeds Siga-nos por RSS Feeds
  7. Siga-nos no Flickr Siga-nos no Flickr
  8. Siga-nos no Issuu Siga-nos no Issuu
  9. Siga-nos no Instagram Siga-nos no Instagram