Diminuição de área ardida deve-se a melhor gestão de informação

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF
FlorestaQueimada

O presidente da Subcomissão Parlamentar de Agricultura, Florestas, Desenvolvimento Rural e Pescas disse ontem que a diminuição da área ardida em relação a 2007 se deve à "melhor gestão da informação, ao excelente espírito de equipa e à coordenação exemplar" no combate a incêndios.

Miguel Ginestal (PS) falava à Agência Lusa no final de uma reunião na Autoridade Nacional da Protecção Civil, que contou com os 15 deputados que compõem a Subcomissão e o secretário de Estado da tutela, Ascenso Simões.
Segundo Miguel Ginestal, a reunião deveu-se ao facto de esta Subcomissão Parlamentar estar a acompanhar os fogos em Portugal durante o período crítico, até 15 de Outubro, numa altura em que o Parlamento se contra de férias.
Neste âmbito, a Subcomissão manteve reuniões com os responsáveis dos comandos distritais de Leiria, Santarém, Porto, Faro e Castelo Branco, para os deputados se inteirarem dos dispositivos municipais e locais de combate a incêndios.
Segundo o deputado socialista, a área ardida até 30 de Agosto deste ano foi de 8.576 hectares, "muito inferior à média do último decénio, que foi de 136.378 hectares".
"Apesar de o número de incêndios ter sido mais elevado do que em 2007, a área ardida foi muito menor do que em 2007, que foi de 31.500 hectares e foi o melhor número dos últimos 30 anos", acrescentou.
O deputado frisou ainda que, do total de área ardida até 31 de Agosto, apenas 34 por cento respeitam a floresta, contra 66 por cento de mato.

Fonte: Liga dos Bombeiros Portugueses

 


Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência. Ao navegar no mesmo, está a consentir a sua utilização. Caso pretenda mais informações, consulte a nossa Política de Cookies.

  1. Siga-nos no Facebook Siga-nos no Facebook
  2. Siga-nos no Twitter Siga-nos no Twitter
  3. Siga-nos no Google Plus Siga-nos no Google Plus
  4. Siga-nos no Youtube Siga-nos no Youtube
  5. Siga-nos na Wikipedia Siga-nos na Wikipedia
  6. Siga-nos por RSS Feeds Siga-nos por RSS Feeds
  7. Siga-nos no Flickr Siga-nos no Flickr
  8. Siga-nos no Issuu Siga-nos no Issuu
  9. Siga-nos no Instagram Siga-nos no Instagram