Segurança reforçada nas Praias de Oeiras

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF
Graças a um protocolo firmado com a recém-criada Associação Náutica Patrão Lopes, os Bombeiros Voluntários de Paço de Arcos voltam a participar na segurança aos banhistas em várias praias do concelho: Santo Amaro, Torre e Baía dos Golfinhos (Caxias), além da Piscina do Inatel. Os frequentadores destes areais podem, assim, contar com um total de 11 nadadores-salvadores (bombeiros habilitados em socorro pré-hospitalar), mas também diversos meios aquáticos. O objectivo é fornecer uma resposta o mais completa e imediata possível em caso de acidente, salientam os promotores.

Bombeiros de Paço de Arcos colaboram na segurança dos banhistas
Parceria com Associação Náutica Patrão Lopes


Aos onze nadadores-salvadores da recém-formada Associação Náutica Patrão Lopes (que são, igualmente, bombeiros), a corporação de Paço de Arcos junta a organização e os meios operacionais para garantir a segurança dos banhistas de quase todas as praias do concelho (menos Paço de Arcos e Caxias). Um ganho em eficácia de prevenção e socorro, realçam os responsáveis, mas também em proveitos financeiros para a instituição de socorro.

É o segundo ano em que aquela corporação assume protagonismo na implementação de um “projecto activo de segurança” para as praias em Oeiras, apresentando um Plano Integrado de Prevenção e Prontidão. Desta feita, com uma abrangência geográfica mais alargada, já que no ano passado a iniciativa limitou-se à Praia de Santo Amaro e em 2017 estende-se, ainda, ao pequeno areal da Baía dos Golfinhos (ao lado do Forte de São Bruno, em Caxias), à Praia da Torre e à Piscina do Inatel. No âmbito desta iniciativa, os Bombeiros de Paço de Arcos voltam a mobilizar diversos meios aquáticos, equipamento de socorro de emergência, comunicações e ciclo-patrulhas. Quanto aos nadadores-salvadores, são fornecidos pela Associação Náutica Patrão Lopes, criada apenas há alguns meses para reforçar o enquadramento legal do projecto de segurança nas praias, uma missão que, por norma, não é desempenhada pelos ‘soldados da paz’ até porque a lei actualmente em vigor apenas permite que sejam associações de nadadores-salvadores a prestarem este tipo de actividade…

O protocolo entre a corporação de Paço de Arcos e aquela nova associação de nadadores-salvadores – liderada por Tiago Fernandes, que também é o presidente da Associação Humanitária daquele mesmo grupo de bombeiros – permitiu a articulação das duas entidades no âmbito do Plano Integrado de Prevenção e Prontidão nas Praias 2017. Um projecto que, segundo os seus responsáveis, satisfaz “as necessidades de resposta e prontidão de emergência para todos os que vêm ao município de Oeiras usufruir das nossas praias”. Mais ainda, o comandante Ricardo Ribeiro, à frente daquela corporação, mostra-se convicto de que “este protocolo permite disponibilizar uma resposta operacional muito mais adequada e precoce do que as soluções normalmente existentes nas praias portuguesas”. Uma das razões fundamentais apontadas é a formação enquanto bombeiros que os nadadores-salvadores da Associação Patrão Lopes podem colocar ao serviço da sua missão no areal, para além dos meios associados em termos de materiais e equipamentos.

“Em certos casos de emergência, pode fazer toda a diferença o total de minutos que não se perdem à espera que os bombeiros cheguem à praia…porque eles já lá estão e tem competências em pré-hospitalar”, justifica o mesmo responsável.

Se o objectivo principal é garantir a segurança dos banhistas, a vertente financeira também conta. Os promotores do plano em questão garantem que ele permite uma redução de custos devido a múltiplas sinergias geradas. Por outro lado, e não menos aliciante, o pagamento deste serviço reverte para os cofres da corporação, o que é uma ajuda significativa no contexto deste tipo de instituições públicas, muitas vezes a braços com sérias dificuldades financeiras - no ano passado, esta iniciativa rendeu aos Bombeiros de Paço de Arcos uma verba na ordem dos seis mil euros, segundo apurou o Jornal da Região.

O plano agora implementado prevê a disponibilização, em termos de equipamentos e materiais, de um desfibrilhador, mala de pré-hospitalar, um plano duro afundável, radiocomunicações, que são meios essenciais para responder a emergências graves como AVC ou paragens cardíaco-respiratórias, além de ambulâncias e diversas embarcações para patrulhamento. Inclui, também, “diversas medidas de informação e formação dirigidas à população presente de forma a esclarecer as atitudes correctas e os comportamentos de risco a evitar”.


Praia de Santo Amaro congrega maior quantidade de recursos

Um pilar essencial na organização das operações, a cargo dos Bombeiros de Paço de Arcos, é o núcleo de coordenação instalado na Base do Grupo de Socorro Náutico, localizada na Marina de Oeiras e dotada de duas embarcações semi-rígidas e duas motos de água, meios que estarão de prevenção e prontos a serem destacados para qualquer praia, consoante a avaliação do grau de necessidade.

A Praia de Santo Amaro concentra o grupo maior de recursos deste plano. Aqui o areal volta a ser dividido em quatro zonas, uma por cada concessionário. O número de nadadores-salvadores em cada uma dessas zonas varia: são dois junto ao Saiza, um na área do concessionário ‘Aqui à Mar’, mais dois no ‘Bar Amarelo’ e outros tantos no Navibordo (neste caso, um no areal e o outro no insuflável ali existente). Também há comunicações e um kit de emergência em cada zona. A área adstrita ao ‘Bar Amarelo’ dispõe, ainda, de aparelhos de análise de electrocardiograma, directrizes para reanimação cardiopulmonar e desfibrilhação, detector de pacemaker, entre outros.

Na Praia dos Golfinhos (Caxias), o posto de praia tem dois nadadores-salvadores, tal como na Torre.

Fora deste plano, refira-se que no areal principal de Caxias há dois nadadores-salvadores (pagos pela Câmara de Oeiras e pelo Porto de Lisboa), enquanto os dois profissionais na Praia de Paço de Arcos estão a cargo do concessionário local.

Fonte: Jornal da Região
Edição de 8 a 14 de Junho de 2017

Actualizado em ( Quinta, 08 Junho 2017 07:44 )  


Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência. Ao navegar no mesmo, está a consentir a sua utilização. Caso pretenda mais informações, consulte a nossa Política de Cookies.

  1. Siga-nos no Facebook Siga-nos no Facebook
  2. Siga-nos no Twitter Siga-nos no Twitter
  3. Siga-nos no Google Plus Siga-nos no Google Plus
  4. Siga-nos no Youtube Siga-nos no Youtube
  5. Siga-nos na Wikipedia Siga-nos na Wikipedia
  6. Siga-nos por RSS Feeds Siga-nos por RSS Feeds
  7. Siga-nos no Flickr Siga-nos no Flickr
  8. Siga-nos no Issuu Siga-nos no Issuu
  9. Siga-nos no Instagram Siga-nos no Instagram