O índice de risco de incêndio florestal - RCM, disponibilizado diariamente pelo IPMA resulta da combinação de dois índices: o índice meteorológico de perigo de incêndio florestal, FWI e o índice de risco conjuntural.
Índice meteorológico de perigo de incêndio florestal - FWI
O índice meteorológico de perigo de incêndio - FWI (Fire Weather Index) é utilizado por vários países do mundo, em particular na Europa. Através da utilização deste índice é possível estimar o perigo de incêndio a partir do estado dos diversos combustíveis presentes no solo florestal, sendo esse determinado indiretamente através das observações de elementos meteorológicos.
Este índice tem sido calculado diariamente no IPMA (Ex-IM) desde 2002, e utiliza os parâmetros meteorológicos observados às 12 UTC - temperatura, humidade relativa, intensidade do vento e precipitação acumulada nas últimas 24 horas (12 às 12 UTC), em 85 estações meteorológicas - para cálculo do índice observado.

Seleccione o Concelho:



O índice FWI, calculado pontualmente em cada uma das estações meteorológicas, é interpolado para uma grelha de 1 km de resolução para o território de Portugal Continental e integrada com o risco conjuntural - fornecido pelo ICNF (ex-AFN).
Da combinação destes dois índices resulta o índice de risco de incêndio florestal (meteorológico e conjuntural) - RCM, o qual apresenta cinco classes de risco: Classe 1- Risco Reduzido, Classe 2 - Risco Moderado, Classe 3 - Risco Elevado, Classe 4 - Risco Muito Elevado e Classe 5 - Risco Máximo.
As classes de risco incêndio por concelho correspondem à média do RCM (resultante da combinação do FWI com o risco conjuntural). Concelhos onde os valores do FWI sejam elevados e com uma percentagem elevada de área de risco conjuntural terão uma classe de risco de incêndio elevada. Pelo contrário, nos concelhos com uma grande percentagem de área de risco conjuntural baixo (regiões com condições pouco propícias para arder), as classes de risco de incêndio serão atenuadas, mesmo quando os valores do FWI sejam elevados, refletindo condições meteorológicas adversas para os incêndios.